O que há de novo?
Loading...

7 dicas para uma desintoxicação pós-festa

Por: Julia Medici
O verão não chegou oficialmente, mas na pele a gente já sente que a temperatura aumentou e que o inverno terminou antes da hora neste ano. As estações quentes trazem a nossa rotina diversos eventos onde o exagero na bebida é inevitável: festinha de amigos, churrasco, luau ou até aquela praia no fim da tarde, em que a cerveja ganha um sabor especial, parece ficar mais deliciosa. Na hora da farra, ninguém pensa no amanhã e é justamente o dia seguinte que é o pior, dor de cabeça, tontura e uma sede inesgotável. Nesta hora, tenha essa pequena lista colada na geladeira, porque uma hora ou outra, você vai precisar:

Beba mais água: A água (ou um suco) é o que vai dar a força necessária para o seu corpo se regenerar. Manter a hidratação em dia evita a retenção de líquido e garante o funcionamento do organismo. “Durante o Carnaval, as pessoas tem este costume de exagerar na dose e é por isso que, além das bebidas alcoólicas, oferecemos diversos sucos e muita água gelada para que ninguém fique desidratado e não passe pela péssima experiência da ressaca” - Mickael Noah, sócio do Camarote Folia Tropical na Sapucaí.

Limão mágico: O poderoso ácido cítrico encontrado também em outras frutas cítricas tem ação adstringente, o que dissolve as toxinas e gorduras. O efeito alcalino diminui o ácido do PH do sangue e de outros líquidos do corpo, acelerando o metabolismo. E ainda, a ação antisséptica da fruta evita os indesejados gases.

Chá cura tudo: Se você ficou de ressaca, apelar para o chá é uma boa saída. São bebidas superleves e desintoxicam muito bem o organismo. Os chás de cavalinha, capim limão, chá verde, boldo e carqueja são deliciosos e bem fáceis de encontrar.

Alimentos orgânicos: Alimentos que possuem altas concentrações de agrotóxicos podem desregular a produção do hormônio da tireoide, o que torna o metabolismo devagar dificultando o processo de desintoxicação.

Pense leve:
Após uma noite de exageros, é hora de cuidar bem do seu corpo. A melhor aposta são os alimentos leves: saladas, peixes, frutas e grelhados são ótimas opções. Esqueça comidas apimentadas e “tipicamente brasileiras”, em uma hora dessas, o essencial é o básico.


Sal:
Como mencionado na dica anterior, economize no tempero. O sódio, presente no sal e em muitos temperos vendidos em supermercados, faz com que o seu corpo retenha mais líquido, o que resulta em inchaço.


Xô industrializados: Com mais colesterol e sódio, além de conservante, corante e às vezes até açúcar, estes alimentos são mais pesados. Por isso, no processo de cura da ressaca é melhor apostar em alimentos crus como alface, agrião, couve, rúcula, cenoura, beterraba, pepino e tomate; ou alimentos integrais.
Texto de colaboração escrito por: Julia Medici (Jornalista)



0 comentários:

Postar um comentário

- Todos os Comentários são bem vindos.
Caso tenha alguma dúvida sobre saúde e beleza é só perguntar que tentarei responder a todos.
- Comentários com links irão para uma avaliação para ser aceito, caso não for aceito serão excluídos
- As informações fornecidas aqui são para simples informação. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde.
- É proibida a reprodução total ou parcial do post, os direitos autorais pertencem à Blogueira Luh Fernandez.

Volte Sempre!

As informações fornecidas no Blog da Luh Fernandez são para simples referência. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde e nada substitui a palavra de um especialista.
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados pertence a Luh Fernandez. Tecnologia do Blogger.