O que há de novo?
Loading...

Mitos e verdades sobre gripes e resfriados durante o inverno

Conheça os principais mitos e verdades durante o inverno
O inverno é o período de maior incidência de gripes e resfriados. Com as temperaturas em queda, a população deve ficar atenta. Nesta época do ano, é muito comum o aumento das doenças respiratórias transmissíveis, como gripes e resfriados. A queda de temperatura, o ar mais seco e a maior concentração de pessoas em ambientes fechados favorecem a circulação dos diversos tipos de vírus. Saber desvendar os mitos e verdades e diferenciar as doenças é muito importante para tomar medidas preventivas e manter uma vida saudável na estação mais fria do ano.

Confira os principais mitos e verdades:
O resfriado comum é a doença mais comum do ser humano.
Verdade. É a doença mais comum e atinge as pessoas do mundo inteiro de todas as faixas etárias. Os adultos são acometidos pela infecção de 2 a 5 vezes por ano. Entre as crianças, a probabilidade é maior e as chances de contrair a doença variam de 6 a 10 infecções (as crianças que frequentam escolas podem contrair a infecção até 12 vezes).

Posso ficar doente se eu ficar perto de alguém que esteja gripado ou resfriado?
Verdade. Pessoas infectadas com a gripe podem transmitir a doença até dois metros de distância. A gripe geralmente é transmitida quando uma pessoa tosse, espirra ou fala. Gotículas de saliva e muco podem ser absorvidas pelo seu nariz ou boca. Você também pode contrair a gripe tocando em algo, como uma maçaneta ou telefone, que esteja infectado com o vírus.

Sair com cabelos molhados pode causar resfriado?
Mito. Sair com o cabelo molhado não vai aumentar as suas chances de contrair a gripe (tomar friagem fora de casa sem um casaco também não). A exposição direta ao vírus é a única maneira de contrair a doença de fato.

As infecções das vias aéreas aumentam no inverno?
Verdade. Sim, gripes e resfriados são definitivamente sazonais e a maior incidência acontece na estação mais fria do ano. Uma nova teoria afirma que durante o inverno o resfriamento do nariz diminui a resistência natural do corpo à infecção. Além das roupas mais quentes, a solução seria proteger o nariz da friagem. A inalação do ar frio resfria as nossas fossas nasais e enfraquecem o nosso organismo contra a infecção. Se essa teoria estiver correta, cobrir e proteger o nariz com um cachecol pode ajudar na prevenção de resfriados na estação mais fria do ano.

Você não pode distinguir entre um resfriado e gripe!
Verdade.
Não é possível diferenciar um resfriado de uma gripe apenas pelos sintomas. Em geral, a gripe tem um início súbito e está associada à febre e a dores musculares. O resfriado comum, quando grave, também podem causar os mesmos sintomas.

O estresse pode causar a gripe ou resfriado.
Verdade.
Há evidências que indicam que o estresse da vida diária pode aumentar as chances de contrair a infecção. Estudos recentes e experimentais com voluntários saudáveis demonstram que existe uma ligação entre a história recente do estresse psicológico e susceptibilidade à infecção. Ainda não está claro de que forma o estresse afeta o sistema imunológico, mas o elo mais provável parece ser o aumento na liberação de hormônios corticosteroides associados ao estresse. Este hormônios são conhecidos por diminuir a resistência à infecção. Já o aumento do estresse da vida urbana moderna pode ser um dos principais fatores que colaboram para incidência muito elevada gripes e resfriados em nossas cidades superpopulosas.

Antibiótico mata os vírus das gripes e resfriados.
Mito.
Não. Antibióticos funcionam contra as bactérias e não vírus. Resfriados e gripes são causados por vírus. Em razão disso, não existem medicamentos capazes de curar essas doenças. Porém, existem algumas maneiras simples e eficazes que podem aliviar os sintomas da gripe e do resfriado que são os medicamentos para dor, febre e congestão nasal.

Naldecon é um antigripal consagrado no mercado há 40 anos e promove alívio rápido contra os 7 principais sintomas da gripe e resfriado: febre, dor de garganta, coriza, dor no corpo, indisposição, dor de cabeça e congestão nasal. É pioneiro no conceito Dia e Noite e resolve as necessidades específicas de cada momento do dia.

Naldecon Dia: dias mais ativos, sem provocar sonolência. Sem anti-histamínico. Contra dores, febre e congestão nasal. 
Naldecon Noite: noites de sono mais tranquilas.

Para mais informações sobre Naldecon, acesse:
www.naldecon.com.br

NALDECON® DIA (paracetamol e cloridrato de fenielfrina) M.S. 1.0180.0278 + NALDECON® NOITE (paracetamol, cloridrato de fenilefrina e maleato de carbinoxamina) M.S.1.0180.0146. Combatem os sintomas da gripe. 

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. NALDECON® NOITE É UM MEDICAMENTO. DURANTE SEU USO, NÃO DIRIJA VEÍCULOS OU OPERE MÁQUINAS, POIS SUA AGILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS. Maio/2015

Sobre a RB
A RB (Reckitt Benckiser) é uma empresa global líder em bens de consumo de saúde e higiene**. A empresa tem operações em mais de 60 países, com sede em Londres, Dubai e Amsterdam, e vendas em cerca de 200 nações. O portfólio de saúde, higiene e casa é liderado por 19 Powerbrands globais, incluindo Nurofen, Strepsils, Gaviscon, Mucinex, Durex, Scholl, Clearasil, Lysol, Dettol, Veet, Harpic, Bang, Mortein, Finish, Vanish, Calgon, Air Wick, Woolite e French’s. No Brasil, no topo das Powerbrands globais, a RB comercializa três heróis locais: Veja, SBP e Luftal.
Para mais informações, visite www.rb.com



0 comentários:

Postar um comentário

- Todos os Comentários são bem vindos.
Caso tenha alguma dúvida sobre saúde e beleza é só perguntar que tentarei responder a todos.
- Comentários com links irão para uma avaliação para ser aceito, caso não for aceito serão excluídos
- As informações fornecidas aqui são para simples informação. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde.
- É proibida a reprodução total ou parcial do post, os direitos autorais pertencem à Blogueira Luh Fernandez.

Volte Sempre!

As informações fornecidas no Blog da Luh Fernandez são para simples referência. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde e nada substitui a palavra de um especialista.
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados pertence a Luh Fernandez. Tecnologia do Blogger.