O que há de novo?
Loading...

Quais são as diferenças entre produtos diet, light e zero?

Consumir produtos diet, light ou zero, não necessariamente você irá perder peso, algumas pessoas têm conceito errado sobre esses produtos, é importante afirmar que nem sempre isso pode ocorrer.
Consumir estes tipos de alimentos e não fazer uma dieta balanceada, pode não ter o resultado esperado e perceber que o regime não funcionou, além de não emagrecer, pode acontecer o inverso e acabar engordando, por isso antes de adquirir estes tipos de produtos é importante saber quais são as suas diferenças:

Diet -
É recomendada para pessoas que tem restrições a substância como o açúcar, carboidratos, gorduras, proteínas e sódio.
Um exemplo disso é na escolha em consumir o chocolate diet, tem pessoas que optam por comê-lo pensando que não vão engordar. No entanto, ele possui a mesma quantidade de gordura que o chocolate normal, apesar de que o outro não possui açúcares, e comendo em excesso acaba por ganhar alguns quilos a mais.

Light - Eles contêm as mesmas substâncias que o normal, como sal, açúcares, colesterol e gorduras, o que vai diferenciar são os valores dos nutrientes, que possuem uma redução de até 25% a menos que o normal, ou seja, tem um valor energético em menor quantidade.

Zero - Os alimentos possuem 0% de gordura, açúcar e sal. Por exemplo: caso optar por comprar uma margarina zero, você estará consumindo um produto zero de gorduras trans. O mesmo acontece com os refrigerantes zero, o produto é zero de açúcar.

Mas é bom lembrar-se de conferir os rótulos dos produtos para saber o que está sendo consumido e o melhor para a saúde.

Publicado em: 16/02/2011

Remédios que podem deixar os cabelos mais fracos

- Remédios para emagrecer: as anfetaminas é uma substância existente nos remédios que tem a função de tirar o apetite e estimular a produção de adrenalina.
A adrenalina afeta os fios de uma maneira, portanto é estrago garantido aos seus fios.

- Pílula anticoncepcional: os remédios a base de progesterona é um inimigo para os cabelos, pois esse hormônio acelera a produção de andrógenos que é um hormônio contra a calvície em relação aos homens. Por isso se notar uma queda excessiva dos fios é necessário consultar um ginecologista.

Antibióticos: como esse medicamento é capaz de liberar toxinas e por sua vez acaba permanecendo por várias horas agindo em sua corrente sanguínea. Por isso acaba afetando as células que absorvem mais toxinas do que nutrientes essas células são responsáveis pela formação dos cabelos.

Publicado em: 29/09/2014
As informações fornecidas no Blog da Luh Fernandez são para simples referência. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde e nada substitui a palavra de um especialista.
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados pertence a Luh Fernandez. Tecnologia do Blogger.